O Céu Pintou o Lago de Vermelho, de Cícero Nepomuceno

Disponibilidade: Disponível em 60 dias úteis

Categoria: Poesia
Ano de publicação: 2019
Número de páginas:
Formato:
Peso:
ISBN:

Sobre a obra: A obra é inspirada em algumas leis herméticas, tais como a lei da polaridade, da correspondência e da causa e efeito, pois sistematicamente a trama se divide entre os dois principais capítulos, “O céu” e “O lago”, na qual as poesias de ambos se espelham nas mesmas temáticas, porém, com intenções diferentes. Enquanto “O céu” traz a luz sobre a beleza da natureza, do desapego, da existência e de excitantes relacionamentos, “O lago” é tomado por esses reflexos e faz questão de apontar as consequências e questionar os maus atos. Devaneios e conclusões sobre a nossa integração não só com a natureza, mas também com os outros seres e com a nossa própria essência, traz o peso certo a cada poesia propondo uma longa viagem com muitas curvas no caminho.

Sobre o autor: Paulistano, muito cedo despertou sua inclinação para o fazer poético, com o violão em mãos, passou a dedilhar versos próprios integrando as Bandas Livres entre Si e Licença Poética. Emancipando a sua escrita, organizou e participou do coletivo de áudio-poesia, Labutaria, de integrar a Antologia Poética Sarau do Vinil. Estreou e peregrinou pelo âmbito literário da Flip e Bienal com o seu livro autoral, Se7e Pecados Tropicais, publicado pela editora Kazuá em 2017. Em seu novo livro de Poesias O Céu Pintou o Lago de Vermelho Cícero Nepomuceno se reconecta à natureza, aos céus e lagos multicores, trazendo mais um livro cheio de mistérios.

Deixe seu comentário e sua avaliação







- Máximo de 512 caracteres.

Clique para Avaliar


  • Avaliação:
Enviar
Faça seu login e comente.

Características


    Confira os produtos